Direção da CEMIG continua com desrespeito a trabalhadores e suas entidades representativas

Ocorreu na tarde desta terça-feira, 19/10/21, em ambiente virtual, a terceira reunião entre as entidades que negociam com a Cemig e a empresa, em virtude da campanha que vislumbra a celebração do ACT 2021/2022, intitulado de Reunião de condições de trabalho.

Foram abordadas as preocupações das entidades em relação à prorrogação da data base para celebração do ACT, tendo em vista o prazo exíguo para apresentação de propostas e realização das assembleias, além de condições de trabalho já apresentadas nas pautas.

Pontos muito significativos das manifestações das entidades foram temas como assédio moral coletivo e prática antissindical. O contato direto da liderança com os trabalhadores para fins de negociação coletiva é visto como cerceamento da atividade sindical, sendo usurpado o papel da representação junto aos trabalhadores. As limitações impostas pela empresa quanto à realização de assembleias, quando obriga as entidades a realizarem assembleias somente em horários extra expediente, prejudica a participação de todos.

A reunião encerrou-se sem avanços, deixando dúvidas quanto às reais intenções da empresa quando chama os sindicatos para a mesa de negociação para negativas sumárias principalmente no que concerne ao diálogo com os trabalhadores. O Senge espera que esse clima seja melhorado nas próximas reuniões para não haver prejuízos aos engenheiros e engenheiros da Cemig para a celebração do ACT 2021/2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up