Segunda Reunião com a CEMIG

Aconteceu na tarde de sexta 15/10/21, em ambiente virtual, a segunda reunião entre as entidades que negociam com a Cemig e a empresa, em virtude da campanha que vislumbra a celebração do ACT 2021/2022.

Inicialmente foi abordada a situação econômico-financeira do Grupo Cemig, com ênfase nas dificuldades enfrentadas até o ano de 2017, ocasionadas por erros apontados que passam por excessos nos reajustes salariais, nos pagamentos de PLR, na distribuição de dividendos e em investimentos equivocados. Também foi lembrada a obsolescência dos ativos e que demandam novos investimentos. Houve menção aos elevados gastos com pessoal, sendo dito que a Cemig tem despesas em torno do dobro do praticado pelo mercado com seus trabalhadores.

Essas afirmações foram rebatidas de forma contundente por diversas entidades, que manifestaram indignação quando foram exemplificadas despesas com pessoal no mesmo peso das decisões equivocadas de gestão.

Pleitos comuns das categorias, que são o aumento real e o abono salarial, foram sumariamente descartados pela empresa, assim como quaisquer avanços em torno da recomposição do ticket.

Novas tratativas serão realizadas nos próximos dias e o Senge MG buscará incessantemente preservar um ambiente amistoso de negociação coletiva, apesar dos fortes indícios nas explanações da empresa que ensaiam um inevitável clima de confronto, face à construção do ACT 2021/2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up