Senge-MG denuncia edital do governo do estado por definir salário muito abaixo do piso profissional

A profissão de engenheiro não está sendo valorizada pelo setor público estadual mineiro como deveria. E o Processo Seletivo Simplificado – Edital SEE nº 03/2021 da Secretaria de Educação do Estado de Minas Gerais comprova isso, ao definir o salário de R$3.559,40 para engenheiro, para uma carga horária de 40 horas semanais. Diante do fato o Senge-MG encaminhou denúncia à Ouvidoria do Ministério Público de Minas Gerais. 

Salienta-se que a abertura do Processo Seletivo denunciado visa preencher as vagas dos ex- funcionários da MGS, empresa de prestação de serviço do Estado de Minas Gerais, que foram dispensados, e que anteriormente prestavam serviços para a Secretaria de Educação do Estado de Minas Gerais.

Ainda que a Lei Federal nº 4950 –A/66, que determina o pagamento do salário mínimo profissional dos engenheiros, não se aplique aos servidores públicos, mas apenas aos contratados em regime celetista, o Senge-MG  luta para que estes valores sirvam de referencial para atrair e reter bons profissionais nos quadros públicos, o que influencia diretamente a qualidade e a continuidade dos serviços e obras entregues à população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up